12/08/2021 às 10h10min - Atualizada em 12/08/2021 às 10h10min

“Está na hora do Brasil olhar para a educação na formação profissional de nível técnico”, afirma Ministro da Educação

Em entrevista ao programa Sem Censura, da TV Brasil, Milton Ribeiro causou polêmica com suas falas e as esclareceu á CNN.

Da Redação | 12/08/2021
Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

Em entrevista à CNN, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que não quer tirar o acesso do brasileiro ao ensino superior, mas que ao contrário disso, pois em outubro haverá novidades.

 

No último dia 10 de agosto, em uma entrevista à TV Brasil, Milton Ribeiro disse que ‘a universidade é para poucos no sentido de ser útil à sociedade'. O Ministro citou exemplos de motoristas de aplicativo, que eventualmente possuem graduação, mas não conseguem uma oportunidade profissional na área de formação. A fala de Milton Ribeiro repercutiu negativamente nas redes sociais.

Após a polêmica de sua fala, o Ministro voltou a defender o ensino profissionalizante e disse que há mais possibilidades através do ensino técnico.

“Gostaria de esclarecer a minha palavra. Estávamos discutindo a respeito de ensino técnico e superior. Todos aqui e até vocês sabem que existem muitas pessoas no Brasil com graduação, mas que não conseguem colocação.”  Disse Milton Ribeiro. “Está na hora do Brasil olhar para a educação na formação profissional de nível técnico.”

 

"Sem qualquer desmerecimento à profissão de motorista, por exemplo, eu já peguei inúmeros uber, que o motorista faz questão de dizer 'eu sou advogado, eu sou engenheiro, eu sou administrador'. Estou querendo dizer que está na hora do Brasil olhar para educação de formação profissional de nível técnico. Foi nesse contexto que eu falei que a universidade é para poucos."

 

Ministro Milton Ribeiro em entrevista á CNN.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://professortaon.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp