25/11/2021 às 11h36min - Atualizada em 26/11/2021 às 09h00min

Maple Bear chega a Divinópolis (MG) com modelo canadense de ensino bilíngue por imersão

Com início programado para fevereiro de 2022, escola será a primeira da cidade com metodologia canadense

SALA DA NOTÍCIA Caroline Souza
Divulgação/Maple Bear Brasil
Pais que moram em Divinópolis, no estado de Minas Gerais, e que desejam proporcionar uma experiência de imersão em um segundo idioma para seus filhos, já podem contar com um dos melhores modelos educacionais do mundo, o canadense. A Maple Bear, rede com 159 escolas no Brasil, abriu a primeira escola com este perfil na cidade, com vagas disponíveis para alunos a partir de um ano e meio até os 4 anos de idade, com início programado para 07 de fevereiro de 2022. A escola inicia as atividades com a Educação Infantil, mas irá expandir as séries conforme o crescimento contínuo. Em nível nacional, a rede tem mais de 30 mil alunos, nos ciclos Infantil, Fundamental e Médio, mas conhecido como High School.

O grande diferencial da Maple Bear é seu currículo canadense, que está posicionado em primeiro lugar entre os países de língua inglesa no PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), exame realizado pela OCDE considerando avaliações envolvendo matemática, ciências e interpretação de texto. Este modelo é baseado em três pilares: bilinguismo por imersão, supervisão de educadores canadenses e programa acadêmico.

A Maple Bear promove uma verdadeira imersão do aluno, desde cedo, na segunda língua, ou seja, não se trata apenas de ensinar o outro idioma como um adendo no contraturno ou inserido na grade como disciplina isolada. Neste sistema, se reproduz a forma com que aprendemos a língua mãe, inicialmente com um período de simples exposição ao idioma, para primeiro escutar e ir compreendendo as primeiras palavras, sons e entonações. Depois, paulatinamente, vem a questão da fala, com interações mais simples, e em seguida com maior complexidade. Neste cenário, a necessidade de falar e interagir com o meio e os colegas é o grande impulsionador da aprendizagem, contando também com o incentivo e orientação dos professores. Nas escolas da rede, até os 4 anos, 100% das interações e aulas são realizadas em inglês, com 5 anos é introduzida a língua materna em proporção 75% em inglês e 25% em português, e a partir dos 6 anos em diante (Ensino Fundamental) passa a ser 50% em inglês e 50% em português, com metodologia canadense alinhada às diretrizes curriculares brasileiras. De forma geral, os alunos costumam ter um inglês fluente já a partir dos 5 anos.

Na área acadêmica, o programa Maple Bear privilegia a observação, a resolução de problemas e a tomada de decisões, aplicando esse conceito a todas as disciplinas e áreas do conhecimento, como linguagem, matemática, ciência, tecnologia da informação, estudos sociais, música e artes. Como parte disso, as salas de aula são amplas, estimulantes e acolhedoras, repletas de materiais manipulativos e centros de aprendizagem. O aluno é colocado como protagonista de seu aprendizado, desenvolvendo assim uma visão aplicada dos conhecimentos e maior autonomia no dia a dia. Para garantir aderência a este modelo, experientes educadores canadenses visitam com frequência as escolas, oferecendo e garantindo a aplicação do programa acadêmico. Além do suporte, a Maple Bear possui uma completa estrutura de treinamento e capacitação do corpo docente, acompanhamento próximo do ensino ministrado em cada sala de aula e um detalhado processo de certificação de qualidade, o Quality Assurance Maple Bear.

Empresário com foco na educação

A Maple Bear de Divinópolis, localizada no bairro Sidil, será comandada pelo empresário Carlos Eduardo de Andrade Resende, de 42 anos. Formado em Psicologia, o novo owner da Maple Bear iniciou a trajetória profissional na faculdade, aos 17 anos, ministrando aulas de inglês. Em 2005, aos 26, Carlos Eduardo deu um importante passo em sua carreira, abrindo o próprio negócio, ao investir em uma franquia de curso de inglês, em Belo Horizonte. Apaixonado pelo setor educacional, o executivo investiu em mais três escolas de idioma, totalizando quatro operações, todas localizadas na capital mineira. Ao passar dos anos, foi observando a chegada de escolas bilíngues como uma tendência, não apenas no mercado de Minas Gerais, mas no País como um todo.

“Um pouco antes da pandemia, queria diversificar meus negócios e investir em uma escola bilíngue. Por atuar no segmento, conheço o programa de ensino da Maple Bear e tenho muita admiração pelo trabalho desenvolvido pela rede canadense. Comecei a buscar oportunidades para abrir uma escola em Belo Horizonte. Como não há mais espaço na capital, pois a marca já conta com escolas na região, verificamos que Divinópolis era uma cidade estratégica para receber uma Maple Bear e que fica apenas a 120 km da capital. Como há um movimento dos próprios pais que buscam escolas genuinamente bilíngues, meu objetivo foi levar aos moradores da região a excelência educacional da Maple Bear, por meio da metodologia canadense, visando a qualidade do ensino dos alunos”, revela Carlos Eduardo.

Para os interessados em conhecer um pouco mais sobre a estrutura da Maple Bear em Divinópolis, com 850 metros quadrados, a escola já abriu as atividades administrativas e o agendamento de visitas a uma sala modelo, que pode ser feito pelo telefone, para que os pais conheçam as instalações da escola, que contará com seis salas e gerou 16 empregos diretos. A meta do empresário é iniciar as aulas com 60 alunos, apenas no período da tarde. Caso haja demanda para turmas no período da manhã, a estimativa é que a escola receba, em média, um total de 80 alunos entre 1,5 e 4 anos, em 2022. Vale ressaltar que está nos planos do owner investir em novas escolas da Maple Bear nos próximos anos.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://professortaon.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp